Cartão do Servidor

Acesse também:

Dúvidas Frequentes

1.) O QUE É O ACCREDITO ?
É um sistema de gerenciamento eletrônico de convênios pertencente à FACESP que visa fortalecer o sistema associativista paulista através da ampliação e fidelização de associados e clientes, da otimização de recursos, da diminuição de riscos e de outros benefícios correlatos, de forma cômoda, prática e satisfatória aos envolvidos no processo (FACESP, CONVENIADA, USUÁRIO, REDE CREDENCIADA).

2.) A AC OBTERÁ ALGUM RETORNO COM O ACCREDITO ?
Além de oferecer um novo serviço, confiável e de qualidade para seus associados, haverá um repasse de 30% das receitas liquidas do cartão no município (descontada a CPMF). O ACCredito também contribuirá para a atração de novos associados, particularmente para aquelas empresas que irão compor a rede CREDENCIADA e que ainda não são associadas.

3.) COMO SERÁ FEITO O CONVÊNIO COM A REDE CREDENCIADA ?
A FACESP vai assinar contratos diretamente com a rede credenciada. Daremos prioridade para supermercados, farmácias e postos de combustível, que representam mais de 80% do consumo desta modalidade de cartão. As autorizações de venda serão realizadas via URA (fone), software Next (instalado no estabelecimento) e TEF (desde que o estabelecimento possua TEF discado ou dedicado da Softexpress).

4.) COMO SERÁ A DIVULGAÇÃO DO ACCREDITO NO COMÉRCIO LOCAL ?
A AC vai apoiar a FACESP indicando os estabelecimentos e apoiando a realização dos primeiros contatos e negociações. A própria AC, após instruções e treinamento, deve continuar realizando este fechamento, com as condições estabelecidas pela FACESP.
Na verdade o mais difícil é fechar com as empresas conveniadas (empregadores), que irão permitir que seja realizado o desconto em folha dos seus funcionários. A AC precisa iniciar o levantamento de dados destas empresas (NOME, CNPJ, RAMO DE ATIVIDADE E Nº DE FUNCIONÁRIOS) e enviar para a FACESP para início da análise cadastral.

5.) QUAL O CUSTO DE EMISSÃO DOS CARTÕES? ESSE CUSTO SERÁ REPASSADO AOS
FUNCIONÁRIOS ?

Depende de cada negociação, sendo que além do seu cartão, o titular poderá solicitar cartões adicionais para dependentes diretos (esposa, filhos, etc.). Cartões extras terão o custo de R$ 5,00. Quando houver situação de cobrança, o valor poderá ser rateado entre o empregador e o empregado ou, se o empregador não concordar, 100% do custo para o empregado. Estas emissões precisam ser previamente autorizadas pela FACESP, que irá considerar o risco envolvido (cadastro do empregador), o percentual de ativação estimado, bem como os demais custos.

6.) QUAL O Nº MINÍMO DE FUNCIONÁRIOS PARA A EMPRESA TER O BENEFÍCIO DO
CARTÃO ?

A idéia é iniciarmos pelos maiores empregadores do município para que exista um volume inicial de vendas que justifique a formação da rede credenciada inicial (empresas que irão vender para os usuários do cartão).
A partir deste primeiro grande empregador podemos avaliar a possibilidade de inserir empresas a partir de 10 funcionários (empresas privadas passarão por análise cadastral prévia).

7.) QUAL O MARKETING A SER UTILIZADO ?
São várias peças a serem utilizadas para divulgação na rede credenciada (adesivos, mobiles, banners) e também na rede conveniada (folder empresa, proposta padrão, folder para o usuário, listagem da rede credenciada). A FACESP fornecerá uma quantidade mínima inicial, devendo a AC custear as emissões posteriores. Apresentações focadas nos maiores empregadores dos municípios também são formas adequadas e de baixo custo para alavancarmos a operação em seu município.

10.) TODAS AS ACs PODERÃO OFERECER A SEUS ASSOCIADOS O BENEFÍCIO DO CARTÃO ?
Sim. Precisamos, porém, junto com a AC, realizar um estudo para verificarmos a viabilidade de implantação na cidade (potencial de cartões a serem ativados, concorrência, análise cadastral das prováveis conveniadas), além da capacidade da própria AC de cumprir com as tarefas descritas no contrato AC x FACESP.

11.) JÁ EXISTE UMA PLANILHA DE CUSTOS PARA OS ASSOCIADOS QUE UTILIZARÃO A URA, O SOFTWARE NEXT OU O TEF ?
O Easy Tone vai funcionar com ligação local e terá um custo mensal de R$ 19,00. O software Next não terá um custo mensal de manutenção, apenas um custo de R$ 98,00 de instalação. O TEF discado terá um custo de instalação de R$ 150,00 e de manutenção de R$ 15,00/mês por CNPJ. Já o TEF dedicado não tem custo de instalação e a taxa mensal e de R$ 20,00

O Easy Tone é um leitor de tarja magnética do cartão que funciona acoplado a um telefone comum. Com este conjunto o comércio poderá realizar autorizações de venda via fone, através de um número local. O Software Next é indicado para quem tenha um PC próximo aos caixas. Ele realiza autorizações on-line através de conexão Renpac e internet discada e dedicada. O TEF dedicado só é indicado para os estabelecimentos que realizarem mais de 200 autorizações mês e/ou possuam vários check-out”s.

O NEXT é um programa de computador que é instalado na REDE CREDENCIADA e que permite a obtenção de autorizações de venda (NSU) em regime 24 hs.

Copyright © FACESP | Todos os direitos reservados Login